Este não é um blog, mas um reblog. É um ambiente de aprendizagem. Mas o que é um ambiente de aprendizagem? - Carteiras? Quadro? Algumas janelas? Nós aprendemos através de nossas interações com professores, pais, colegas e o mundo em nossa volta, considerando que a interação é um dos mais importantes elementos da aprendizagem. Este reblog é dedicado a todos aqueles que colocando perguntas estimulam o estudo e as respostas.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Reinventing a Profession


Journalism schools are also trying to give students the tools they need to invent new models of the profession.

In addition to multimedia skills, Temple also teaches an elective undergraduate course on "entrepreneurial journalism," which, according to the syllabus, helps students "understand the changing media landscape and recognize underserved niches."


Students study why the field is changing so fast, anticipate which direction it will go, design business models, and begin the process of creating new journalistic outlets.


"There's not a great future in working for mainstream media," says Mr. Harper. "The future is for smart, hard-working students to band together, create their own media, and make a business out of it—and that's what a lot of them are doing."

Christopher Wink hopes to be part of that reinvented future. He graduated from Temple last year and spent three months stringing for daily newspapers in Pennsylvania before heading on a European backpacking trip with a journalism-school friend.

"We returned to an economy in recession and the print industry in free fall and said, 'Hell, let's build something of our own,'" he says. In February the duo began publishing Technically Philly, a news site that covers local technology and innovation.


Although it has yet to make a profit, Mr. Wink remains optimistic. "I very much feel in this media environment you have to create your own job," he says.



Fonte: http://chronicle.com/

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Inscrição para Prêmio Universitário de Criatividade em Dubai


Estudantes universitários de comunicação e graduados (2007/2008) em todo o mundo estão convidados a enviar seus projetos criativos de mídia para o prêmio estudantil IBDA’A de mídia.


As inscrições vão até 9 de outubro.


A premiação será realizada em Dubai e reconhecerá estudantes talentosos em categorias como fotografia digital, documentário em TV e jornalismo (não notícia).


Os candidatos viajarão para Dubai, tendo todas as suas despesas pagas para participar da cerimônia, cortesia da Dubai Media City.


Os vencedores receberão estágios de prestígio, prêmios e troféus.


Outras informações no site do evento http://www.ibdaa-awards.ae/2009/

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Os Blogs mais influentes do Brasil 2008-2009


A metodologia é simples: de acordo com a posição obtida nos levantamentos publicados, cada blog recebeu uma pontuação (de 1 a 9). A soma da pontuação é o resultado do Ranking. Por uma questão de equilíbrio e regularidade foram, e serão, somados apenas os pontos de blogs citados pelo menos duas vezes.

Por isso, alguns blogs, mesmo com uma boa pontuação, não aparecem no Ranking. Se forem citados novamente nos próximos levantamentos os pontos serão somados. Nos casos de blogs empatados no número de pontos, o critério de desempate é resultado obtido na pesquisa mais recente.

O objetivo é traçar um painel da regularidade da blogosfera brasileira dos últimos dois anos e do ano de 2009. A coordenação e realização da pesquisa é do Laboratório de Pesquisas de Opinião Pública e de Mercado/UEG e não tem valor científico.


Ranking


1º — Pensar Enlouquece - 35 pontos

2º — Kibe Loco - 30 pontos

3º — Jacaré Banguela - 25 pontos

4º — Sedentário & Hiperativo - 25 pontos

5º — Reinaldo Azevedo - 21

6º — Blog do Noblat - 19 pontos

7º — Ao, mirante Nelson - 18 pontos

8º — Favoritos - 16 pontos

9º — Contraditorium - 16 pontos

10º — Daniel Piza - 16 pontos

11º — Meio Bit - 13 pontos

12º — Brainstorm- 11 pontos

13º — Catarro Verde - 8 pontos

14º — O Biscoito Fino e a Massa - 5 pontos

15º — Cocada Boa - 3 pontos

Levantamentos

Setembro de 2009
1º — Blog da Cultura — 10 pontos 2º — Update or Die — 9 pontos 3º — O Buteco da Net — 8 pontos 4º — Ao Mirante, Nelson — 7 pontos 5º — Desenblog — 6 pontos 6º — Jacaré Banguela — 5 pontos 7º — don´t touch my moleskine — 4 pontos 8º — Sedentário & Hiperativo — 3 pontos 9º — Favoritos — 2 pontos10º — CrisDias weblog — 1 ponto


Março de 2009
1º — Sedentário & Hiperativo — 10 pontos 2º — Contraditorium — 9 pontos 3º — Jacaré Banguela — 8 pontos 4º — Ao Mirante, Nelson — 7 pontos 5º — Meio Bit — 6 pontos 6º — Te dou um dado — 5 pontos 7º — Kibe Loco — 4 pontos 8º — Pensar Enlouquece — 3 pontos 9º — Reinaldo Azevedo — 2 pontos10º — Noblat — 1 ponto

Setembro de 2008 1º — Noblat — 10 pontos 2º — Jacaré Banguela — 9 pontos 3º — Kibe Loco — 8 pontos 4º — Contraditorium — 7 pontos 5º — Meio Bit — 6 pontos 6º — Pensar Enlouquece— 5 pontos 7º — Sedentário & Hiperativo — 4 pontos 8º — O Biscoito Fino e a Massa — 3 pontos 9º — Brainstorm — 2 pontos10º — Marconi Leal — 1 ponto

Março de 2008 1º — Kibe Loco — 10 pontos 2º — Noblat — 9 pontos 3º — Sedentário e Hiperativo — 8 pontos 4º — Pensar Enlouquece — 7 pontos 5º — Ueba — 6 pontos 6º — Favoritos — 5 pontos 7º — Reinaldo Azevedo — 4 pontos 8º — Jacaré Banguela — 3 pontos 9º — Brainstorm — 2 pontos10º — Revolução — 1 ponto

Setembro de 2007
1º — Pensar Enlouquece — 10 pontos 2º — Reinaldo Azevedo — 9 pontos 3º — Kibe Loco — 8 pontos 4º — Daniel Piza — 7 pontos 5º — Favoritos — 6 pontos 6º — Josias de Souza — 5 pontos 7º — Ao Mirante, Nelson — 4 pontos 8º — Catarro Verde — 3 pontos 9º — Cocada Boa — 2 pontos10º — Meio Bit — 1 ponto

Março de 2007
1º — Pensar Enlouquece — 10 pontos 2º — Daniel Piza — 9 pontos 3º — Conversa Afiada — 8 pontos 4º — Brainstorm — 7 pontos 5º — Reinaldo Azevedo — 6 pontos 6º — Catarro Verde — 5 pontos 7º — Blue Bus — 4 pontos 8º — Favoritos — 3 pontos 9º — O Biscoito Fino e a Massa — 2 pontos10º — Cocada Boa — 1 ponto

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Monte uma rádio online


1) INSTALE O WINAMPhttp://www.winamp.com/
2) INSTALE OS DOIS PLUGINS DO SHOUTCASTDSP = www.shoutcast.com/download [fica no Winamp]SERVER = www.shoutcast.com/download-files [vai para o menu Iniciar]
3) CONFIGURE O SERVIDOR DO SHOUTCAST- Iniciar / Programas / SHOUTcast DNAS / Edit SHOUTcast DNAS configuration- altere as configurações do arquivo sc_serv.ini [abre no Bloco de Notas]- o único campo que você precisa mudar é o "Password"- salve o arquivo modificado com o mesmo nome
4) CONFIGURE O PLUGIN DSP NO WINAMP- com o player aberto, digite CTRL+P´para abrir a janela de Preferências- Plug-ins / DSP/Effect / Nullsoft SHOUTcast Source DSP / Configure active plug-in- INPUT = configure a fonte do áudio (winamp ou placa de som)- ENCODER = escolha a qualidade e formato de áudio a ser usado (preferencialmente MP3)- OUTPUT = em Yellowpages, acrescente os dados de seu programa, e em Connection, as configurações definidas no arquivo .ini (incluindo o novo Password)
5) ATIVE O SERVIDOR DO SHOUTCAST- Iniciar / Programas / SHOUTcast DNAS / SHOUTcast DNAS (GUI)
6) PREPARANDO O REPERTÓRIO- monte sua playlist no Winamp (clicando em + / Add file) e aperte o play
7) CONECTE SUA RÁDIO COM O MUNDO- na janela de configurações do plugin (no Winamp), clique em Connect
8) ADICIONANDO VOZ- ainda nas configurações do plugin (aba Input) aperte o botão "Push to talk" para falar por cima do áudio
9) COMPARTILHE SUA RÁDIO- você pode encontrá-la no SHOUTcast Directory [http://www.shoutcast.com/] ou usar o endereço http://[seu/ ip aqui]:8000/listen.pls
10) PARA MAIS DETALHES: http://blog.estadao.com.br/blog/link/?title=saibacomo_shoutcast



domingo, 20 de setembro de 2009

3 Curiosidades da Comunicação Corporativa


A maioria das empresas diz possuir uma estratégia para mídias sociais, porém poucas possuem uma ferramenta de mídias sociais implementada internamente, o que demonstra que grande parte das empresas ainda só “escutam” o que é falado sobre ela no mundo online.

Facebook é a ferramenta mais utilizada pelos profissionais, Twitter ficou apenas com 3% das respostas.

A maior barreira impedindo o uso de mídias sociais pelas empresas é desconhecida. Ou seja, existe uma idéia de que existem benefícios, mas não se sabe os desafios a serem enfrentados.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Ciberoca

A vida está mudando na aldeia indígena Itapoã, em Olivença, Ilhéus, sul da Bahia. Por lá, a rede de deitar se somou à rede virtual. E, no lugar do arco e flecha, mouse e PC.

Mas eles não param por aí. Enquanto aguardam o orelhão que ainda não chegou à comunidade, fazem filmes com celulares. Munidos de 60 telefones móveis, notebooks e minimodens, quase uma centena de indígenas tupinambás e de mais 24 etnias em 12 Estados brasileiros já produziram mais de 200 filmes.

A maioria, curtas-metragens, com duração que varia entre três e dez minutos. A produção robusta -toda ela elaborada em 2009- é resultado do projeto Celulares Indígenas, iniciativa da rede Índios Online (http://www.blogger.com/www.indiosonline.org.br), portal colaborativo que facilita a comunicação e o acesso à informação de dezenas de etnias na internet.

A onda tecnológica que toma conta da aldeia tupinambá em Ilhéus vai receber em breve um reforço extra. No próximo dia 26, a comunidade inaugura o espaço que se tornará a base das produções e experimentações dos indígenas com novas tecnologias e mídias. O nome dado ao lugar, não por acaso, é Ciberoca.

Fonte: Folha de São Paulo, quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Fonte: http://cienciadaabelha.wordpress.com/

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Flash Mob ou Multidão Instantânea

A tradução LIVRE para o termo seria algo como “MULTIDÃO À JATO” ou “MULTIDÃO INSTANTÂNEA”. Mas, o que é? Bom, um monte de gente combina se encontrar em um lugar público e fazer uma coisa, normalmente bizarra, engraçada e sem sentido aparente.

O primeiro Flash Mob que se tem notícia aconteceu em 2003, cerca de 100 pessoas entraram repentinamente em uma loja em Manhattan e ficaram em volta de um tapete específico. Outra manifestação dessas aconteceu na Central Station, importante estação ferroviária de NY. Uma multidão se aglomerou, aplaudiram por 15 segundos e repentinamente sumiram tão rapidamente quanto entraram.

Loucura social? Insanidade coletiva? Certamente deve ter pisicólogo, antropólogos, ufólogo ou qualquér “ólogo” estudando o fenômeno.


Flash Mob não é uma manifestação comum, como uma passeata, piquete, etc. Em geral são organizados pela internet, com pessoas que nunca se viram pessoalmente ou mesmo que tenham se falado online, com a intenção de fazer uma coisa surreal, insólita e divertida. Esse tipo de manifestação já foi usada como forma de protesto, mas é raro. O que leva uma pessoa a participar de um movimento desses? Talvez a vontade de “fazer parte de algo”, uma espécie de instinto de manada.

Veja o que aconteceu em Chicago na semana passada?

video

Fonte: http://imho.com.br/2008/02/24/voce-sabe-o-que-e-um-flash-mob/

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Kuikuro, perservando uma marca de concorrente forte

O DVD Kuikuro é o primeiro da série "Cineastas Indígenas", que traz para o grande público a recente produção de documentários, fruto das oficinas do Vídeo nas Aldeias.http://www.videonasaldeias.org.br/2009

Sob o prisma do olhar indígena, estes filmes revelam sua realidade com uma intimidade jamais vista. As oficinas de formação se propõem a dar as condições necessárias para que as populações indígenas se apropriem da linguagem audiovisual e relatem suas próprias histórias e dirijam seu olhar sobre a realidade e experiência que vivenciam.

Essa iniciativa, que completa 20 anos em 2007, dá suporte técnico e financeiro para a produção e difusão dos vídeos entre os povos indígenas e no circuito nacional e internacional. Este DVD é fruto de uma parceria do Vídeo nas Aldeias com a AIKAX - Associação Indígena Kuikuro do Alto Xingu - sob a liderança do cacique Afukaká, e do Documenta Kuikuro, coordenado por Carlos Fausto e Bruna Franchetto, antropólogos do Museu Nacional.

Assista o vídeo de apresentação da produção para a imprensa.

video

http://www.videonasaldeias.org.br/2009/

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Etnocentrismo na web


Em decisão histórica, e por unanimidade, a 2ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios condenou nesta quinta-feira (03/09) o estudante Marcelo Valle Silveira Mello, 24 anos, a pena de 1 ano e dois meses de reclusão e mais 7 dias-multa pela prática de crime de racismo contra negros na Internet.


Os Desembargadores decidiram substituir a pena privatiza de liberdade por penas restritivas de direito. A sentença é a primeira desse tipo no país. A decisão foi saudada como uma vitória pelo advogado Renato Borges Rezende que acompanhou voluntariamente o caso por delegação da ONG ABC sem Racismo. “Trata-se de uma decisão histórica”, afirmou. A ONG foi admitida no início do processo como assistente de acusação, porque Silveira Mello – à época dos crimes, estudante da Universidade de Brasília – foi responsável confesso por ataques a Afropress e aos jornalistas responsáveis pela Agência Afroétnica de Notícias.


Pouco antes, a ONG ABC sem Racismo, havia lançado campanha de alerta a proliferação de páginas e mensagens no Orkut de conteúdo racista. Silveira Melo mantinha comunidades no Orkut ofendendo os negros e também é um dos responsáveis pelos primeiros ataques a Afropress em julho e agosto de 2005.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Não entenderam ainda a internet*


Com o projeto de reforma eleitoral, o Senado mostra que olha para a internet da mesma forma que olha para as mídias em geral. Quando faz isso, limita a ideia de internet como espaço público e rede mundial. Dentro da internet, é claro, há as ramificações dos grandes meios de comunicação. Porém, a impressão que os nossos legisladores transmitem ao apresentar essa proposta é que só estão olhando para esse universo das mídias tradicionais, como se a internet se resumisse a esses portais de notícias, que nem sequer são o forte da internet.

Isso evidencia que os políticos brasileiros ainda não entenderam a internet como um espaço público onde cada cidadão tem uma tribuna. Pior: não entenderam o que é ser um cidadão no século XXI. Ainda concebem a comunicação como um processo centralizado, em que a mensagem parte de um centro emissor para muitos destinatários, quando, na realidade, o forte da internet é a relação de um cidadão com outro na construção interativa do conhecimento.

Na internet, você não é receptor passivo e pode surfar numa infinidade de canais sem ficar condicionado, por exemplo, à repetição da TV. E, se o conteúdo não agrada, basta deletar. No projeto, eles não deixam claro se vão fiscalizar o posicionamento ideológico de cada cidadão. Mas, além de tecnicamente impossível, seria uma piada se o fizessem.

* Análise do blogueiro veiculada dentro da materia "Representante do MPF no Estado classifica as proibições impostas ao uso da web como 'censura' "de Vitor Vogas do jornal A gazeta de 04 de setembro.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Piada interna

Pegalá uma caixa de color bars.

enviada por @rinapri que informa que não caiu nessa, porque quando começou a estagiar já tinham lhe contato a história...